Um grave acidente na BR-414 mata 5 pessoas da mesma família

O carro em que a família viajava ficou completamente destruído

O acidente ocorreu no último dia 3, por volta das 16 horas no quilômetro 229 da BR 414 e pode ter sido causado porque o motorista dormiu ao volante. Cinco pessoas de uma mesma família que voltavam para Brasília após o velório e o sepultamento de Luíza Spindola, no Cemitério Municipal São José em Niquelândia. Luíza era madrasta do motorista José Antonio Miranda, de 56 anos. Ele dirigia o Uno Mille Economy, placa JIK-5537 (DF), pela BR-414 quando colidiu frontalmente com o caminhão-tanque placa BXH-9715 (de Petrolina de Goiás) dirigido por Gilberto Ribeiro Magalhães, de 37 anos. O carreteiro transportava uma carga de combustíveis de Paulínia (SP) para Niquelândia e sofreu apenas ferimentos leves.

O condutor do Uno morreu na hora, juntamente com sua esposa Maria Eunice Prado Miranda, também de 56 anos. As outras três vítimas fatais foram Valquíria Prado Miranda, de 40 anos, filha do casal; Neura Miranda de Melo, de 48 anos, prima do motorista; e a menina Rebeca de Souza Miranda, de apenas 5 anos, filha de Valquíria.

Conforme informações da PRF de Uruaçu, tudo indica que o motorista do Uno Mille tenha invadido a pista contrária depois de cochilar no volante após passar a noite sem dormir, por causa dos funerais da madrasta,

Os corpos das cinco vítimas fatais foram encaminhados para o IML de Uruaçu.

Informações: Euclides Oliveira

Sobre Osvando Teixeira